Home >> Artigos
O fechamento das Igrejas

O fechamento das Igrejas

"O fechamento das igrejas causa desorientação entre os fiéis, diante de uma situação sem precedentes. Sentem-se perdidos, desorientados, falta-lhes um ponto de referência importante, porque com esse fechamento não há nem a possibilidade de participar da celebração eucarística. Mas os Evangelhos e a tradição ensinam que não é apenas a igreja o lugar para encontrar Deus, e não é apenas a celebração eucarística que pode alimentar o crente", escreve Alberto Maggi, sacerdote e teólogo, biblista, frei da Ordem dos Servos de Maria, que reuniu em um livro - Chi non muore si rivede. Il mio viaggio di fede e allegria tra il dolore e la vita [Quem não morre aparece. A minha viagem de fé e alegria entre a dor e a vida] - a sua experiência "a um passo da morte", em artigo publicado por Il Libraio, 14-03-2020. A tradução é de Luisa Rabolini.

Alberto Maggi, frei da Ordem dos Servos de Maria, estudou nas Faculdades Teológicas Marianum e Gregoriana de Roma e na École Biblique et Archéologique Française em Jerusalém. Fundador do Centro de Estudos Bíblicos G. Vannucci em Montefano (Macerata), cuida da divulgação das escrituras sagradas, sempre interpretando-as a serviço da justiça, nunca do poder.

Eis o artigo.

A emergência causada pelo vírus mortal, que se espalha e infecta em todos os lugares e qualquer pessoa no mundo inteiro, gera uma situação tão nova que nunca havia sido experimentada, nem mesmo em caso de terremotos ou conflitos. Na guerra, você pode se salvar fugindo, buscado os abrigos, mas com o vírus isso não é possível, não há vias de fuga e a única defesa é impedir que ele se dissemine, através da restrição dos comportamentos normais, evitando o máximo possível todo contato entre os indivíduos. Se durante a guerra as pessoas encontravam conforto indo rezar na igreja, agora com o vírus não é possível; as igrejas permanecem fechadas porque, do contrário, tornar-se-iam locais privilegiados de contágio. A fé não substitui as normais medidas de higiene, mas as presume. É bom orar ao Senhor para nos ajudar a superar o momento, mas isso não significa que temos o direito de nos colocar em situações de perigo ("Você não testará o Senhor, seu Deus", Mt 4,4; Dt 6,16).

fechamento das igrejas causa desorientação entre os fiéis, diante de uma situação sem precedentes. Sentem-se perdidos, desorientados, falta-lhes um ponto de referência importante, porque com esse fechamento não há nem a possibilidade de participar da celebração eucarística. Mas os Evangelhos e a tradição ensinam que não é apenas a igreja o lugar para encontrar Deus, e não é apenas a celebração eucarística que pode alimentar o crente. Na Eucaristia, Jesus, o Filho de Deus, se faz pão, para que aqueles que o comem e o assimilam também sejam capazes de se fazer pão, alimento, fator de vida para os outros e, assim, ter sua própria condição divina. Esse pão deve ser comido, como expressamente pediu Jesus "tomai e comei" (Mt 26,26), esse é seu convite dinâmico ("Façam isso ...", Lc 22:19), não estático. Portanto, durante a ceia eucarística, os primeiros crentes continuaram a fazer o que o Senhor havia feito, comendo juntos esse pão e tornando-se alimento uns para os outros, permitindo assim a fusão íntima da presença de Deus em seus filhos. Depois, o pão consagrado foi levado aos doentes que não puderam participar da ceia (na hagiografia cristã São Tarcísio, o jovem que morreu mártir por ter levado o pão eucarístico aos prisioneiros) se tornou muito popular. Esse pão consagrado para os doentes e prisioneiros era conservado na sacristia (que leva esse nome por esse uso), onde os subdiáconos iam buscá-lo para levá-lo àqueles que precisavam.

Então, gradualmente, da sacristia, o pão eucarístico deslocou-se para a igreja, onde, para evitar abusos, o 4º Concílio Lateranense (1215) prescreveu guarda-lo chaveado, consolidando a prática dos "tabernáculos" (moradias) nos muros; no entanto, nas basílicas mais antigas, apenas um dos altares laterais estava reservado para o tabernáculo e não o principal, como aconteceu nos séculos seguintes, até se tornar a parte mais importante e sagrada da igreja. Surgiram então devoções populares, como a adoração eucarística e a "visita ao Santíssimo ", um encontro recomendado para os leigos, mas imposto nos seminários, onde os futuros padres eram obrigados a ir diariamente fazer companhia ao "Divino prisioneiro", aquele Jesus que " por amor ao homem ingrato, tornou-se prisioneiro no Divino Sacramento", como rezava uma devota oração. Foi, portanto, por causa da Eucaristia conservada no tabernáculo que a igreja foi erroneamente considerada a "casa de Deus". Mas a igreja não é a "casa de Deus", um lugar sagrado, mas o lugar do povo de Deus, que ali se reúne para as celebrações, como ensina a tradição mais antiga da Igreja: "Não é o lugar que santifica o homem, mas homem o lugar "(Constituições Apostólicas, VIII, 34,8) e o Papa Sisto (século V), dedicou a Basílica de Santa Maria Maior ao povo de Deus, como pode ser lido no mosaico do arco triunfal da abside "Xystus episcopus plebi Dei" (Sisto bispo ao povo de Deus).

Jesus libertou o homem de todo espaço sagrado; não existe casa de Deus além do homem; por esse motivo, almejou o desaparecimento de todo santuário ("a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai ... os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade", Jo 4,21,23), e o autor do Apocalipse, ao descrever a nova realidade inaugurada por Jesus proclama:" Eu não vi templo nela porque o Senhor Deus, o Todo-poderoso, e o Cordeiro são o seu templo" (Ap 21,22). O local do encontro com Deus é Jesus Cristo e com ele todo homem que o acolhe: "Se alguém me ama, guardará minha palavra e meu Pai o amará; e viremos para ele e faremos nele morada" (Jo 14,23). O homem é o único verdadeiro santuário a partir do qual o amor do Pai por suas criaturas se manifesta e irradia. Essa é a fé do crente. "Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?" (1 Cor 3:16) escreve Paulo, tão convencido dessa realidade que afirma "Cristo vive em mim" (Gl 2,20). É por isso que a presença de Cristo não se limita à igreja, ao santíssimo sacramento. O encontro com Deus não é condicionado por lugares ou celebrações, mas é real e autêntico toda vez que seu amor é comunicado e enriquece a vida dos outros. Cabe ao homem perceber, em sua vida, que a presença divina que continuamente guia, acompanha e segue a sua existência, como exclama Jacó, espantado: "Na verdade o Senhor está neste lugar; e eu não o sabia" (Gn 28, 16).

 Fonte: http://www.ihu.unisinos.br/597133-nos-dias-de-virus-para-encontrar-deus-nao-sao-necessarias-igrejas-e-celebracoes-o-convite-do-biblista-maggi.

Frei Alberto Maggi


Todos os Artigos

Em meio à aparente fraqueza surge a força maior, o Espírito Santo

Em meio à aparente fraqueza surge a força maior, o Espírito Santo

O Espírito Santo não tira os desafios da missão, Ele permanece sustentando e impulsionando nos.

leia mais
 Maria, Mãe e Mulher na história da humanidade de todos os tempos

Maria, Mãe e Mulher na história da humanidade de todos os tempos

Voltar o olhar para a Virgem Maria é contemplar a beleza do Ser Mulher e da graça do Ser Mãe.

leia mais
Prevenção - O melhor remédio

Prevenção - O melhor remédio

Invista na prevenção do que aterroriza a humanidade no momento: a COVID-19.

leia mais
Nenhuma pandemia vem de Deus

Nenhuma pandemia vem de Deus

Deus, em seu amor onipotente, não provoca, nem "permite", nem pode parar uma pandemia com um "passe de mágica".

leia mais
A Igreja e a pessoa integral

A Igreja e a pessoa integral

A Igreja e a pessoa integral em tempos de pandemia, missão da Igreja o cuidado social da pessoa que está inserida no meio social.

leia mais
O fechamento das Igrejas

O fechamento das Igrejas

Nos dias de vírus, para encontrar Deus não são necessárias igrejas e celebrações: o convite do biblista Maggi.

leia mais
Catequese de acordo com as idades

Catequese de acordo com as idades

A catequese é o processo de educação na fé para todas as idades.

leia mais
Caminhando

Caminhando

Estamos em constante caminhada. Alguns com passos lentos outros rápidos.

leia mais
Um encontro que transforma

Um encontro que transforma

"Deus nos pede tudo, mas nos dá Tudo", bastar abrir os olhos e acolher o coração para esta experiência que transforma.

leia mais
Solenidade do Sagrado Coração de Jesus - 8 de Junho

Solenidade do Sagrado Coração de Jesus - 8 de Junho

No Sagrado Coração de Jesus, contemplamos a expressão de todo o amor de Deus derramado sobre nós em seu Filho, Jesus.

leia mais
Seguimento

Seguimento

Hoje fala-se muito do seguimento de Jesus, mas em que este consiste?

leia mais
São Pedro e São Paulo, mensageiros do Evangelho no mundo inteiro.

São Pedro e São Paulo, mensageiros do Evangelho no mundo inteiro.

São Pedro e São Paulo são considerados os principais líderes da Igreja Cristã Primitiva.

leia mais
Padre Bruno, o amado Fundador

Padre Bruno, o amado Fundador

Conhecendo Pe. Bruno O Fundador das Irmãs Gracianas

leia mais
Salmo das Mães

Salmo das Mães

Neste dia Senhor, em teu altar coloco a minha vida e de todas as mães do mundo, que no cotidiano faz um Salmo de louvor a Ti.

leia mais
"O caminho de volta"

"O caminho de volta"

"Banhados em Cristo, somos uma nova criatura...

leia mais
Dançando para a Vida

Dançando para a Vida

A vocação se traduz em colocar nossos passos em conformidade com os passos do divino Mestre.

leia mais
Medalha Milagrosa de Nossa Senhora das Graças

Medalha Milagrosa de Nossa Senhora das Graças

Porque usamos a Medalha?

leia mais
O dia de finados

O dia de finados

Dia de rezarmos pelos nossos entes queridos.

leia mais
A missão de ser presença acolhedora onde Deus nos colocou

A missão de ser presença acolhedora onde Deus nos colocou

Missão Graciana em Costa Marques - Rondônia

leia mais
   Revelação: Palavra, Gestos e Sinais

Revelação: Palavra, Gestos e Sinais

A revelação como palavra, como encontro, como presença, como testemunho, como voz.

leia mais
 Mês da Bíblia 2017

Mês da Bíblia 2017

Estudo da 1ª Tessalonicenses- Anunciar o Evangelho e doar a própria vida! (cf. 1Ts 2,8).

leia mais
Família, braço amoroso de Deus

Família, braço amoroso de Deus

A família é um espaço sagrado de convivência, crescimento humano.

leia mais
QUEM? EU?

QUEM? EU?

Todos nós somos chamados a sermos santos e santas, essa é nossa principal vocação.

leia mais
Criação do universo e do ser humano

Criação do universo e do ser humano

Análise Bíblica acerca dos conteúdos da criação - Gênesis - capítulos 1-11.

leia mais
Aceitar Jesus

Aceitar Jesus

Aceitar Jesus seria apenas mudar de religião? Veja esta resposta?

leia mais
Irmãs Gracianas e Leigos(as) em Missão

Irmãs Gracianas e Leigos(as) em Missão

As Irmãs Gracianas de Ipanema juntamente com leigos(as) realizaram Visita Missionária.

leia mais
Compaixão Missionária

Compaixão Missionária

Poder falar da missão é realmente expressar algo muito próximo de nós.

leia mais
"RETIRE AS SANDALIAS"

"RETIRE AS SANDALIAS"

Uma leitura teológica do gesto de retirar as sandálias tão comum na cultura rondoniense.

leia mais
Fé

Questões referentes às consequências de uma fé que não é pautada no essencial.

leia mais
 História da Campanha da Fraternidade

História da Campanha da Fraternidade

Neste ano o tema é: " Fraternidade, biomas brasileiros e defesa da vida"

leia mais
 A TORRE DE BABEL

A TORRE DE BABEL

Entenda de que realmente fala o texto bíblico da Torre de Babel.

leia mais
 Graça na saudação Paulina

Graça na saudação Paulina

Compreenda qual é o sentido que Paulo dá à "graça" quando ele a usa em suas saudações.

leia mais
Encarnação

Encarnação

A visita divina no Novo Testamento acontece de forma mais intensa e pessoal, em uma criança frágil.

leia mais
A Fé

A Fé

Questões referentes á uma fé que não é pautada no que é essencial.

leia mais
Medianeira de todas as Graças

Medianeira de todas as Graças

Conheça um pouco da devoção a Nossa Senhora das Graças.

leia mais
Todos os Santos

Todos os Santos

Em comunhão com nossos irmãos que já partiram e deixaram exemplos de vida Cristã.

leia mais
Deus  e a  humanidade

Deus e a humanidade

Entre Deus e a humanidade, existe uma relação de amizade.

leia mais
O evangelizador itinerante ou adormecido

O evangelizador itinerante ou adormecido

Devemos fazer de nossos ambientes um espaço para o anúncio do evangelho.

leia mais
O ARCO-ÍRIS ENFEITIÇADOR

O ARCO-ÍRIS ENFEITIÇADOR

Não era um simples arco-íris como os outros. Este era diferente, encantador, exuberante.

leia mais
Conjugar o verbo AMAR: eis o desafio!

Conjugar o verbo AMAR: eis o desafio!

É no amar e no ser amado, que vamos nos encantando pelo amor e no amor;

leia mais
Bíblia, biblioteca de Deus e da humanidade:

Bíblia, biblioteca de Deus e da humanidade:

Bíblia, vem de uma palavra grega e significa "Livros".

leia mais
Oração e Vocação

Oração e Vocação

Assumir a vocação é um grande desafio.

leia mais
Animação Vocacional

Animação Vocacional

O Serviço de animação Vocacional existe para animar e promover as vocações na Igreja.

leia mais
Nossa Senhora das Graças da Medalha Milagrosa

Nossa Senhora das Graças da Medalha Milagrosa

A Virgem Maria desde a sua concepção é a cheia de graça.

leia mais
Importância da Vivência em Comunidade

Importância da Vivência em Comunidade

Refletir a atuação da comunidade na vida do educando.

leia mais
Um tempo litúrgico a nos preparar para as Alegrias Pascais..Quaresma

Um tempo litúrgico a nos preparar para as Alegrias Pascais..Quaresma

A quaresma é um tempo forte para nossa conversão:

leia mais
Porque você demorou

Porque você demorou

Demoramos a entender que nascemos para amar.

leia mais
São José

São José

A Bíblia pouco nos fala dele, mas é certo que José sempre esteve ao lado de Maria e de Jesus.

leia mais
Maria, mãe da Misericórdia

Maria, mãe da Misericórdia

Papa Francisco nos pede que aumente o nosso amor e confiança à Mãe de misericórdia.

leia mais
Vocação Missionária

Vocação Missionária

A Vocação Missionária tem suas raízes no próprio Batismo.

leia mais
Maria na Vida da Igreja

Maria na Vida da Igreja

Reconhece-se em Maria a Mãe de Jesus, a mãe da Igreja, a toda santa ....

leia mais
Missão ontem e hoje

Missão ontem e hoje

O horizonte da missão é imenso e requer muita audácia e coragem para abraçá-lo.

leia mais
Ser pobre junto aos pobres

Ser pobre junto aos pobres

A missão é exigente, mas é muito gratificante....

leia mais

Instituto Nossa Senhora das Graças

Irmãs Gracianas

Por Maria tudo ao Salvador!

FAÇA SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Copyrights © MMXVI Irmãs Gracianas | Produzido e Hospedado por Actio Comunicação | Template by W3layouts | Acessar webmail