Home >> Artigos

33º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Irmã Maria de Lourdes Altera, mnsg

ORAÇÃO INICIAL 

Iniciando o momento de oração pessoal, procure um lugar propício, calmo e silencioso.  Prepare seu altar, onde pode ser colocado uma vela junto ao Crucifixo, às imagens de Nossa Senhora e dos seus santos de devoção.

Coloque-se na presença de Deus e clame a vinda do Espírito Santo para que seja Ele mesmo a conduzi-lo(la) durante sua oração:

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém!

 Refrão meditativo: "A nós descei divina Luz (bis) E em nossas almas ascendei, o amor, o amor de Jesus (bis)".

Peça o auxílio da Santíssima Virgem,  dos  seus  santos  de devoção e do seu anjo da guarda.

 1.  LEITURA

Ler e reler o texto de Mt 25,14-30

- PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo,
Disse Jesus aos seus discípulos a seguinte parábola:
"Um homem, ao partir de viagem,
chamou os seus servos e confiou-lhes os seus bens.
A um entregou cinco talentos, a outro dois e a outro um,
conforme a capacidade de cada qual; e depois partiu.
O que tinha recebido cinco talentos
fê-los render e ganhou outros cinco.
Do mesmo modo,
o que recebera dois talentos ganhou outros dois.
Mas, o que recebera dois talentos ganhou outros dois.
Mas, o que recebera um só talento
foi escavar na terra e escondeu o dinheiro do seu senhor.
Muito tempo depois, chegou o senhor daqueles servos
e foi ajustar contas com eles.
O que recebera cinco talentos aproximou-se
e apresentou outros cinco, dizendo:
'Senhor, confiaste-me cinco talentos:
aqui estão outros cinco que eu ganhei'.
Respondeu-lhe o senhor: 'Muito bem, servo bom e fiel.
Porque foste fiel em coisas pequenas, confiar-te-ei as grandes.
Vem tomar parte na alegria do teu senhor'.
Aproximou-se também o que recebera dois talentos e disse:
'Senhor, confiaste-me dois talentos:
aqui estão outros dois que eu ganhei'.
Respondeu-lhe o senhor: 'Muito bem, servo bom e fiel.
Porque foste fiel em coisas pequenas, confiar-te-ei as grandes.
Vem tomar parte na alegria do teu senhor'.
Aproximou-se também o que recebera um só talento e disse:
'Senhor, eu sabia que és um homem severo,
que colhes onde não semeaste e recolhes onde nada lançaste.
Por isso, tive medo e escondi o teu talento na terra.
Aqui tens o que te pertence'.
O senhor respondeu-lhe: 'Servo mau e preguiçoso,
sabias que ceifo onde não semeei e recolho onde nada lancei;
devias, portanto, depositar no banco o meu dinheiro
e eu teria, ao voltar, recebido com juro o que era meu.
Tirai-lhe então o talento e dai-o àquele que tem dez.
Porque, a todo aquele que tem,
dar-se-á mais e terá em abundância;
mas, àquele que não tem, até o pouco que tem lhe será tirado.
Quanto ao servo inútil, lançai-o às trevas exteriores.
Aí haverá choro e ranger de dentes´".

- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor.

O que o texto diz?  (Falar uma palavra ou frase que ficou mais forte.)

"A um entregou cinco talentos, a outro dois e a outro um, conforme a capacidade de cada qual" - "Porque, a todo aquele que tem, dar-se-á mais e terá em abundância;
mas, àquele que não tem, até o pouco que tem lhe será tirado".

 2. MEDITAÇÃO

O que o texto diz para mim?

 A parábola que hoje nos é proposta fala de "talentos" que um senhor distribuiu  aos servos. Os "talentos" significam os dons que Deus, através de Jesus, ofereceu a todas as pessoas. São "bens" que devem ser transformados em serviço aos irmãos. São os carismas e os ministérios que ajudam a construir a comunidade do Reino... Deus confia seus dons segundo a capacidade de cada um, sem deixar ninguém de fora. Cada pessoa é depositária desses "bens". A questão está, portanto, no modo como cada pessoa se relaciona com Deus. Eles devem dar frutos, ou devem ser conservados cuidadosamente enterrados? Os discípulos de Jesus podem - por medo, por comodismo, por desinteresse deixar que esses "bens" fiquem infrutíferos? Com certeza, não. Precisamos estar atentos e nos esforçarmos a fim de produzir bons frutos. Já nos aproximamos do final do ano litúrgico, e assim a igreja nos convida a vigilância. A autêntica vigilância não é espera passiva, mas é atitude, é serviço em prol do Reino, por meio da multiplicação dos dons a nós confiado. Portanto, exige de nós coragem, ousadia, a fim de exercer nossa missão de ser presença nesse mundo que tanto carece do testemunho de pessoas iluminadas.

 3. ORAÇÃO

O que a Palavra me leva a falar com Deus? Como estou utilizando meus talentos? A fé e a confiança em Deus possibilitam ter acesso às minhas riquezas interiores e expandi-las? Quais medos estão paralisando minha vida, impedindo-me de viver com mais ousadia e criatividade e colocar meus dons à serviço?

 Nesse dia das eleições municipais em nosso país, rezemos:

 Oração pelas eleições 2020

Por Lucimara Trevizan

Senhor, é desconcertante muitas vezes olhar o munda da política. Mas, ela é o lugar onde é possível construir fraternidade onde a caridade deve ser o centro. Por isso, Te pedimos que o Teu Espírito Santo ilumine os eleitores para que saibam escolher os candidatos que privilegiam e buscam o bem comum. Ilumina também os candidatos para que saibam olhar por aqueles que foram derrubados pelo peso do desemprego, da violência e da miséria. Suplicamos, com fé: dá-nos, Senhor, discernimento, porque o voto é uma maneira de modificar a sociedade que vivemos. Amém! (Coletivo de fé e política- Arquidiocese de Belo Horizonte.

 4. CONTEMPLAÇÃO 

O que a Palavra me leva a experimentar?

Escolher um compromisso para a vida. Nesse dia em que somos convidados a redescobrir em nós os talentos que Deus nos confiou, que a conformidade com Palavra meditada nos aproxime cada vez mais da nossa meta: fazer frutificar os dons de Deus em nós. Que esse compromisso seja experimentado na vivência concreta do amor a Deus e aos irmãos.

 Para refletir: "O que temos a ganhar viajando para a lua se não conseguimos atravessar o abismo que nos separa dos outros? Essa é a mais importante viagem de descoberta; sem ela, todas as outras são não apenas inúteis, mas desastrosas". (Thomas Merton)

 BÊNÇÃO FINAL

O Senhor nos abençoe e nos guarde;

Ele nos mostre a sua face e tenha misericórdia de nós.

Volva para nós o seu olhar e nos dê a paz.

O Senhor nos abençoe!

 



+ Leitura Orante


Instituto Nossa Senhora das Graças

Irmãs Gracianas

Por Maria tudo ao Salvador!

FAÇA SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Copyrights © MMXVI Irmãs Gracianas | Produzido e Hospedado por Actio Comunicação | Template by W3layouts | Acessar webmail