Home >> Artigos

Trigo e joio: qual raiz está mais profunda em meu coração?

Ir. Zeli Garcia Dutra, mnsg

Em nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo. Amém.

Inicie sua oração invocando a presença do Espirito Santo, luz Divina que aquece seu coração e lhe concede sabedoria para compreender a Palavra.

Vem Espírito de luz iluminar minha inteligência para que eu possa ler e ouvir tua palavra com o coração, compreender e acolhe-la em minha vida diária, e concretizá-la em meus gestos e atitudes para com meus irmãos e irmãs. Vem irradia em mim teu espírito, para poder saborear cada palavra e encarná-la em minha vida. Amém.

Vinde Espírito Santo enchei os corações de vossos fieis...

 

LEITURA

Leia e releia atentamente o texto de Mateus 13,24-43

O que o texto diz?

Naquele tempo, Jesus contou outra parábola à multidão: "O Reino dos Céus é como um homem que semeou boa semente no seu campo. Enquanto todos dormiam, veio seu inimigo, semeou joio no meio do trigo, e foi embora. Quando o trigo cresceu e as espigas começaram a se formar, apareceu também o joio. Os empregados foram procurar o dono e lhe disseram: `Senhor, não semeaste boa semente no teu campo? Donde veio então o joio?´

O dono respondeu: `Foi algum inimigo que fez isso´. Os empregados lhe perguntaram: `Queres que vamos arrancar o joio?´

O dono respondeu: `Não! Pode acontecer que, arrancando o joio, arranqueis também o trigo. Deixai crescer um e outro até a colheita! E, no tempo da colheita, direi aos que cortam o trigo: arrancai primeiro o joio e amarrai-o em feixes para ser queimado! Recolhei, porém, o trigo no meu celeiro!´"

Jesus contou-lhes outra parábola: "O Reino dos Céus é como uma semente de mostarda que um homem pega e semeia no seu campo. Embora ela seja a menor de todas as sementes, quando cresce, fica maior do que as outras plantas. E torna-se uma árvore, de modo que os pássaros vêm e fazem ninhos em seus ramos".

Jesus contou-lhes ainda uma outra parábola: "O Reino dos Céus é como o fermento que uma mulher pega e mistura com três porções de farinha, até que tudo fique fermentado".

Tudo isso Jesus falava em parábolas às multidões. Nada lhes falava sem usar parábolas, para se cumprir o que foi dito pelo profeta: "Abrirei a boca para falar em parábolas; vou proclamar coisas escondidas desde a criação do mundo".

Então Jesus deixou as multidões e foi para casa. Seus discípulos aproximaram-se dele e disseram: "Explica-nos a parábola do joio!"

Jesus respondeu: "Aquele que semeia a boa semente é o Filho do Homem. O campo é o mundo. A boa semente são os que pertencem ao Reino. O joio são os que pertencem ao Maligno. O inimigo que semeou o joio é o diabo. A colheita é o fim dos tempos. Os ceifeiros são os anjos. Como o joio é recolhido e queimado ao fogo, assim também acontecerá no fim dos tempos: o Filho do Homem enviará os seus anjos, e eles retirarão do seu Reino todos os que fazem outros pecar e os que praticam o mal; e depois os lançarão na fornalha de fogo. Aí haverá choro e ranger de dentes.  Então os justos brilharão como o sol no Reino de seu Pai. Quem tem ouvidos, ouça".

MEDITAÇÃO

O que o texto me diz?

Jesus usa as parábolas para dialogar com as pessoas. Essa pedagogia toca o chão da realidade daqueles a sua volta, principalmente os que tem sede de ouvi-lo. As três parábola narradas pelo evangelista Mateus falam do Reino de Deus que é apresentado ao ser humano, como uma realidade que pode ser vivenciada, a partir das propostas de Jesus "o Semeador". A parábola do joio e do trigo revela os dois lados do nosso mundo interior "o luminoso e o sombrio". Isto faz com que o ser humano viva em uma dinâmica constante em sua vida. O que requer também discernimento diário e preciso. O lado que vai sobressair será sempre aquele o qual você alimentará mais.  O luminoso está sempre ligado ao bem que cultivamos, que buscamos e que vivenciamos. É estar sempre na presença daquele que é a Luz. O joio representa o lado sombrio, ou seja, a fragilidade humana que muitas vezes não é aceitável pelo próprio ser humano, que prefere arrancá-lo de qualquer jeito, o que pode causar um grande dano.  Arrancando-o fora do tempo, pode também arrancar o trigo, ou seja aquilo que a pessoa tem de bom, que ainda não amadureceu, impedindo assim uma colheita abundante. Muitas vezes o ser humano não sabe lidar com as sombras que há dentro de si e acaba se perdendo e não aceitando-se. Por outro lado pode achar-se perfeito demais e não aceitar as limitações dos outros, rompendo assim o elo de ligação que os aproximam do Criador.  Saber conviver com as duas realidades é uma arte que exige discernimento claro e uma relação muito pessoal com Jesus que nos mostra o caminho através de sua pessoa, de suas atitudes e gestos. Jesus conviveu com o Joio de seu tempo (os hipócritas, doutores da lei, escribas, fariseus, mestres etc., que se achavam perfeitos e superiores aos outros), mas não se deixou contaminar por eles. Continuou semeando a boa semente entre eles, seguiu seu caminho fazendo sempre a vontade do Pai e indo contra toda corrente do mal. Este é o caminho que Ele propõem a cada pessoa, cabe a cada uma acolher com fidelidade e autenticidade sua mensagem de vida e esperança, sendo assim fermento na massa, que não é visto, mas que faz a diferença onde está. Uma árvore frondosa que abriga os que estão a sua volta. Trigo que alimenta e sacia a fome. Fica o convite para nós acolhermos a sua Pessoa, sendo boas sementes lançadas onde mais precisa, e assim produzirmos frutos abundantes neste tempo difícil em que estamos vivendo. Frutos de solidariedade, de fraternidade, de amor, de esperança em tempos de pandemia.  Em meu coração qual raiz está mais profunda: do trigo ou do joio?

Mediante a Palavra, Deus me convida a ser boa semente plantada nos corações aflitos e sem esperança. Em meio aos desafios não me deixar conduzir pelas falsas propostas, pelas ilusões e pelas coisas passageiras do dia a dia, mas deixar que Ele me conduza no rumo certo, pois Ele sabe o que é melhor.  Devo buscar sempre o equilíbrio, cultivar sempre aquilo que é bom e não deixar que as incertezas, a fragilidade, os medos, a arrogância, as coisas negativas falem mais forte ao meu coração.

Como estou acolhendo a semente semeada por Jesus em minha vida? No meu coração há mais joio ou trigo? Como estou lidando com minhas fragilidades: as reconheço ou as transfiro para outros? Reconheço minhas qualidades?

"Então os justos brilharão como o sol no Reino de seu Pai. Quem tem ouvidos, ouça".

ORAÇÃO

O texto me faz dizer a Deus?

Através da oração vocal ou mediante a um salmo louva e agradeça a Deus as motivações que sentiu em seu coração.

Deus de amor e bondade te louvo e agradeço por estar sempre ao meu lado, sustentando-me no bom caminho. Peço a tua graça para que eu possa sempre acolher a boa Semente de tua Palavra e semeá-la com gestos de generosidade, bondade e amor por onde eu passar. Conserve em mim a tua luz, tua sabedoria para que eu não confunda o teu Caminho com os falsos caminhos existente na sociedade.

Amém.

CONTEMPLAÇÃO

Qual o meu novo olhar a partir da Palavra de Deus?

Contemple Jesus sentado contando as parábolas as multidões (Tranquilo e sereno). Veja como as pessoas O escutam.  Se coloque no meio delas. Vá percebendo o que Jesus quer dizer as multidões e a você. Deixe-se questionar por Ele. Faça parte do cenário. Dialogue com Jesus. Deixe ressoar em seu coração o que mais lhe tocou e repita serenamente ao longo do dia e busque vivenciá-la. Veja se sua conduta condiz com aquilo que Jesus lhe ensina. Contemple Jesus semeando a boa semente em seu coração.

"A Palavra está perto de ti, em tua boa e em teu coração" (Bis).

Bênção

Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém

Volva para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.

Abençoe-nos Deus rico em misericórdia, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

 

zeligarcia@hotmail.com



+ Leitura Orante


Instituto Nossa Senhora das Graças

Irmãs Gracianas

Por Maria tudo ao Salvador!

FAÇA SEU PEDIDO DE ORAÇÃO

Copyrights © MMXVI Irmãs Gracianas | Produzido e Hospedado por Actio Comunicação | Template by W3layouts | Acessar webmail